cambridge
Cambridge
30/01/2015
IMG_1413
Praia do Forte – Bahia
17/04/2015

Serra de Guadarrama

serra de guadarrama_01

A Serra de Guadarrama é um maciço de montanhas próximo a Madri, na Espanha. Com picos que chegam até 2.500m de altitude, é uma boa opção para curtir a neve para quem está próximo da capital espanhola durante o inverno.

 

serra de guadarrama_02

 

Aproveitei o voo que fiz para Madri em março de 2015 para conhecer uma parte dessa Serra: o Parque Natural de Piñalara.

Dessa vez tive a companhia de dois colegas: a Adriana (aquela que passeou comigo em Bamberg, em 2010) e o Stênio. Vencemos o jet leg para acordar as 6h (que no horário de Brasília era 2h) para aproveitarmos nosso dia na neve!

 

Stënio, Adriana e eu

Stënio, Adriana e eu

Para chegar no Parque de Piñalara é só pegar o trem Cercanias de Madri, linha C8 até Cercedilla e lá pegar a linha C9 até Cotos. O trajeto dura cerca de 1h30min a partir da estação de trem Chamartin. É possível verificar todos os horários no site renfe.com, mas os trens espanhóis não são tão pontuais como os britânicos.

O trajeto da linha C9 existe com mais frequência no inverno, mas são apenas seis horários. É preciso ficar atento.

Só a viagem de Cercedilla a Cotos já vale o passeio. Quanto mais o trem sobe, mais linda fica a paisagem.

Dentro do trem, na subida para Cotos

Dentro do trem, na subida para Cotos

 

Estação de trem de Cotos

Estação de trem de Cotos

 

Antes de parar em Cotos, o trem pára em Puerto Navacerrada, onde tem uma estação de esqui. Pensamos em descer lá, mas fizemos amizade com um senhor dentro do trem que nos indicou passear em Piñalara e,como não íamos esquiar, achamos melhor essa opção.

 

Adriana e eu na estação de Cercedilla

Adriana e eu na estação de Cercedilla

Chegamos na estação de Cotos por volta de 10:15 e fomos direto ao centro de informações turísticas. Lá ganhamos um mapa e traçamos nossa rota: caminhada de 2,6 km até a Laguna de Piñalara. Detalhe: a caminhada seria toda em trilhas na neve e, quem disse que os brasileiros tinham calçados apropriados??!! Mesmo com tombos e escorregões conseguimos fazer essa maravilhosa caminhada, passando por mirantes, vales, cachoeiras, floresta de pinheiros, maciço de pedras e muita, muita neve.

 

serra de guadarrama_07

 

serra de guadarrama_08

 

serra de guadarrama_09

 

serra de guadarrama_10

 

Mesmo com tanta neve, a temperatura estava agradável, cerca de 15 graus. E, com a caminhada toda, sentimos um calorão! Os grandes casacos só atrapalharam, por isso é importante levar uma mochila.

 

serra de guadarrama_11

 

serra de guadarrama_12

 

A Laguna de Piñalara fica um pouco escondida, em uma parte mais alta, e sem muita sinalização. Descobrimos o caminho porque chegou um grupo de turistas e o seguimos. A subida é bem íngreme até o lago mas a paisagem compensa. O que não esperávamos era que o lago estivesse congelado com aquele calor todo!

 

Laguna de Piñalara congelada

Laguna de Piñalara congelada

 

Depois de um descanso, lanchinho, muitas fotos, vídeo para Gabriela minha sobrinha e brincadeiras na neve, era hora de voltar os 2,6 km. Gastamos cerca de 3h todo o trajeto.

 

serra de guadarrama_14

 

 

Voltamos para a entrada do parque, onde tem um restaurante com mesas do lado de fora. É possível comer curtindo o visual das montanhas, das brincadeiras das crianças na neve e dos lindos cães São Bernardo.

 

Restaurante da montanha

Restaurante da montanha

 

De volta a estação de Cotos era hora de voltar para Cercedilla, voltar para Madri, voltar para São Paulo, voltar para Minas…

 

Gastos totais do passeio, por pessoa:
Metrô até estação de trem: 4 euros
Passagem do trem: 17,50 euros
Total: 21,50 euros, cerca de 75 reais.