salamanca_d
Salamanca
30/04/2014
uma_tarde_em_manhattan
Uma tarde em Manhattan
25/06/2014

Lago de Orta

lago_de_orta

Existem lugares no mundo que são joias escondidas. Lugares incríveis que poucas pessoas conhecem. O lago de Orta, no norte da Itália, é um desses lugares. Pesquisando no google sobre os lagos italianos, há muita informação sobre os famosos lagos Maggiore, de Como, de Garda, de Iseo… mas pouco se fala sobre a joia turística que é o lago de Orta.

lago_de_orta01

Localizado aos pés dos Alpes, entre o Monte Rosa e o Mottarone, o lago de Orta é muito pequeno em relação aos demais. Possui apenas 33km de perímetro. Aproveitei um voo que fiz para Milão, no final de maio de 2014, para conhecer esse lugar incrível.

lago_de_orta02

 

lago_de_orta03

 

lago_de_orta04

Um parênteses: O Hotel Atlantic (onde a tripulação fica hospedada), em Arona, oferece carro para aluguel somente para quem tem carteira de motorista  internacional. Por R$137, o Detran emite a PID (permissão internacional para dirigir) com validade igual a da carteira de motorista brasileira. A solicitação é pelo site e chega pelos correios em menos de uma semana. Vale a pena.Com o carro alugado no hotel, eu e minha colega Juliana chegamos no Lago de Orta em 30 minutos. Fomos direto para a cidade principal: Orta San Giulio. O nome da cidade vem dos irmãos gregos Giulio e Giuliano que trouxeram o crisitianismo para a região, no século IV.

É preciso estacionar o carro fora da cidade pois todo o centro histórico é zona exclusiva de pedestre. Descobri que o lago de Orta é desconhecido apenas pelos brasileiros pois a cidade estava cheia de turistas europeus, principalmente franceses, suíços e alemães. Como de praxe, fui ao centro de informações turísticas pedir indicações dos melhores lugares para se conhecer em pouco tempo:

Praça Motta: é a praça principal da cidade, onde acontece a feira semanal desde o século XV. O edifício de destaque da praça é o Palazzo della Comuità, onde acontecia o Conselho da Riviera, em que a comunidade do lago se reunia, no século XI, para elaborar suas leis. A praça fica às margens do lago e é de lá que sai as embarcações para a charmosa Ilha San Giulio.

Palazzo della Comunità

Palazzo della Comunità

 

Ilha de San Giulio: a 400m de Orta e com um perímetro de 650m, a pequena ilha é um lugar de descanso e reflexão. Um mosteiro beneditino ocupa grande parte da ilha e não é permitida a visitação. Há um caminho que circunda toda a ilha, a Via del Silenzio, caminho a ser feito em silêncio, admirando a paisagem, ouvindo o vento e refletindo… outro ponto turístico da ilha é a Basílica de San Giulio, fundada pelo santo no ano de 390dC. O prédio atual da basílica passou por várias reformas ao longo dos séculos e é composta de numerosos afrescos e esculturas dos séculos XV, XVI e XVII e um altar de mármore. Na cripta, estão os ossos de San Giulio.

 

Barco para a Ilha San Giulio

Barco para a Ilha San Giulio

 

Interior da Basílica San Giulio

Interior da Basílica San Giulio

 

Vista do mosteiro e da torre da basílica

Vista do mosteiro e da torre da basílica

 

Placas na Via del silenzio, incentivando a reflexão

Placas na Via del silenzio, incentivando a reflexão

 

Pegamos o barco de volta à Orta e passeamos pela Via Giuseppe Fava, um belo caminho na beira do lago.

 

lago_de_orta10

 

Em seguida, visitamos a Igreja Santa Maria Assunta, que foi construída no final da Idade Média (1485) para celebrar os sobreviventes da peste negra.

 

Igreja Santa aria Assunta

Igreja Santa aria Assunta

 

Interior da igreja

Interior da igreja

 

Sacro Monte di São Francisco: tombado pela Unesco como patrimônio da humanidade, é um lugar de muita paz e oração. Situado em uma magnífica posição panorâmica sobre o lago, o Sacro Monte de Orta é um percurso de devoção, constituído de vinte capelas com afrescos e estátuas de tamanho real, que ilustram a vida de São Francisco de Assis. Cada capela representa uma cena da vida do santo. Os trabalhos de construção desse impressionante complexo religioso iniciaram-se em 1590 e duraram mais de um século.

 

Capelas dedicadas a São Francisco de Assis

Capelas dedicadas a São Francisco de Assis

 

Interior de uma das capelas

Interior de uma das capelas

 

Interior de uma das 20 capelas

Interior de uma das 20 capelas

 

Juliana e eu, selfie com visual incrível

Juliana e eu, selfie com visual incrível

 

O parque é lindo, repleto de paz e tranquilidade. É possível sentir a energia do lugar e refletir sobre a vida de São Francisco de Assis. O Sacro Monti fica em no alto da cidade de Orta, é possível chegar lá a pé ou de carro. O problema de ir de carro é que o estacionamento dá acesso à capela 17,18 e ficamos meio perdidas até encontrar a capela 1 para fazermos toso o percurso de devoção.

Com o corpo cansado de tanta caminhada e a alma renovada nesse lugar tão abençoado, percebemos que era hora de voltar. Passamos em Stresa para almoçar e voltamos para nosso hotel, que um voo de 12 horas de volta para São Paulo nos aguardava.

 

Paz, tranquilidade e uma vista incrível no Sacro Monte

Paz, tranquilidade e uma vista incrível no Sacro Monte

 

O lindo dia e a temperatura agradável da primavera italiana tornou nosso passeio ainda mais incrível. Sugiro a todos que pretendem visitar a Itália que incluam esse lago nos seus roteiros pelo norte do país.

Gastos totais do passeio por pessoa:

Aluguel do carro: 15 euros
Combustível: 5 euros
Estacionamento: 2euros
Barco: 4,50 euros
Total: 26,50 euros